EXISTE PESO IDEAL – Academias Body Ticket

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

PESO IDEAL – Academias Body Ticket

EXISTE PESO IDEAL - EXISTE PESO IDEAL - Academias Body Ticket
EXISTE PESO IDEAL – Academias Body Ticket.

EXISTE PESO IDEAL PARA QUEM BUSCA HIPERTROFIA E/OU DEFINIÇÃO MUSCULAR ?
Você já se perguntou se existe um peso certo para você?
Será que eu deveria ter uma meta de peso a perseguir?

Tanto quem busca perda de gordura quanto quem deseja aumentar a massa muscular muitas vezes se guia apenas por parâmetros estéticos. Nada errado com isso, desde que sejam respeitados alguns limites de saúde a conhecer.

Medicamente falando, não existe um peso “ideal” para as pessoas. O que existe é uma faixa de peso onde dizemos que o sujeito está mais saudável. Durante muitos anos, o parâmetro mais usado foi o Índice de Massa Corporal, o IMC, obtido através da relação Peso dividido pela Altura ao quadrado.

IMC abaixo de 18,5 = baixo peso.
IMC entre 18,5 e 24,9 = peso saudável.
IMC entre 25 e 29,9 = sobrepeso.
IMC acima de 30 = obesidade.

Sem dúvida o IMC é um método útil. Porém para o praticante regular de musculação, ele perde um pouco de sua importância porque entram em cena três observações muito importantes:

1. Gordura não é igual em todos os lugares onde ela se acumula.
Hoje em dia sabemos que a gordura que se concentra na região abdominal é a que mais faz mal as pessoas. Portanto é possível ter a saúde comprometida tendo um IMC mais baixo do que uma pessoa em melhores condições. Homens com circunferência abdominal maior do que 100 cm e mulheres acima de 88 cm são considerados com mais gordura do que deveriam ter, não importa o peso. O ideal é que os homens não passem de 94 cm e as mulheres de 80 cm;

2. A balança é cega, e ela não sabe o que subiu em cima dela.
Não sabe se aquele peso é gordura, massa muscular, retenção de líquido… Portanto existe uma avaliação QUALITATIVA que a balança não sabe fazer. As pessoas que tem um grande volume de massa muscular no corpo muitas vezes tem um IMC que as classifica como se estivessem em risco, o que nem sempre é verdade. E outras pessoas tem peso baixo, mas são o que chamamos de “falsos magros” já que tem proporcionalmente muito mais gordura no corpo do que deveriam ter;

3. O histórico do peso.
Além de cada um vir de um tipo físico diferente, o que por si só já elimina uma fórmula padronizada para calcular o peso mais harmonioso para cada um, quando ganhamos peso o nosso corpo muda. E não é só acúmulo de gordura, que quando emagrecemos e ela vai embora e é como se nada tivesse acontecido! A pele cresceu, a estrutura de sustentação dos ossos, dos músculos, tudo se modificou junto. A gente fica “grande”. E nem sempre emagrecer demais, até os padrões do IMC, fica bom. Vale muito uma conversa individualizada com o profissional que te acompanha nessa hora.

A primeira coisa que devemos fazer é uma avaliação qualitativa. Uma vez que a medida da circunferência abdominal esteja adequada, vamos precisar de uma avaliação de composição corporal. A faixa considerada sadia vai de 20 a 25% de gordura para as mulheres e de 15 a 20% de gordura para os homens. Porém, para QUEM PRATICA MUSCULAÇÃO seriam desejados percentuais ainda mais baixos: de 10 a 18 % para as mulheres e de 5 a 15% para os homens.

Uma vez determinada a composição corporal, podemos fazer o cálculo de quantos quilos precisam ser eliminados para que se alcance o percentual de gordura adequado:

1. Peso atual x percentual de gordura atual = peso de gordura
2. Peso atual – peso de gordura = peso seco
3. Peso seco / percentual desejado de massa magra = peso desejado
4. Peso atual – peso desejado = peso a eliminar
OBS: percentual desejado de massa magra = 100 menos o percentual de gordura.

Como exemplo: um homem que pesa 90 kg e tenha 15% de gordura e que queira chegar aos 8%.
1. 90 x 0,15 = 13,5
2. 90 – 13,5 = 76,5
3. 76,5 / 0,92 = 83,15
4. 90 – 83,15 = 6,85

Para chegar aos 8% de gordura corporal, essa pessoa deve perder um total de 6,85 kg. Obviamente esses 6,85kg a serem eliminados devem ser de gordura. Vale ressaltar que existem técnicas e maneiras adequadas de perder o máximo de gordura e o mínimo de massa muscular, como já descrito em algumas postagens anteriores.

E se a sua dúvida for até onde chegar com a hipertrofia, eu digo que desde que o seu percentual de gordura esteja entre os indicados para você, elevar o peso até atingir um IMC que fique entre 25 e 27,5 parece atender a maioria das pessoas não-atletas profissionais. Para o caso de fisiculturistas – que costumam enxergar apenas o céu como o limite, vemos atletas com IMC próximo a 30. Vale relembrar que eles (fisiculturistas) tem aqueles percentuais de gordura bem baixos já citados anteriormente.

Eu não gosto muito de pessoas que se fixam excessivamente em números. Muitas vezes elas se estressam com números de forma absurdamente exagerada, esquecendo-se que existem muitas variações individuais na hora de obter esses números (balanças que variam, hora do dia, período hormonal, alimentação prévia, hidratação e outros) e de interpretá-los.

Muito melhor a avaliação global que o profissional experiente que te acompanha faz. Portanto os números apresentados aqui são apenas uma referência para traçar planejamentos individuais, como eles devem ser. Respeite a sua individualidade e não persiga números.

Captura de Tela 2018 02 17 às 15.41.29 300x206 - EXISTE PESO IDEAL - Academias Body Ticket
CADASTRE SUA ACADEMIA OU SEU BOX DE CROSSFIT NO BODY TICKET, E OBTENHA SUAS VENDAS ON-LINE. TUDO MUITO FÁCIL E SEGURO CONFIRA AQUI.

Deixe uma resposta